Garantir a segurança de crianças e adolescentes baianos, estudantes da rede estadual de ensino. Este é o anseio do deputado Jurailton Santos (Republicanos), que indicou ao governador Jerônimo Rodrigues a instalação de portas giratórias com detector de metais nas entradas das escolas da rede pública. 

Protocolada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), a indicação, também direcionada aos secretários de Educação, Adélia Pinheiro, e da Segurança Pública, Marcelo Werner, tem por objetivo conter os alarmantes casos de ataques dentro das escolas.

“Os episódios de violência nas escolas estão crescendo assustadoramente em nosso país; de 2011 a 2022 oito casos de ataques seguidos de morte com uso de armas de fogo ou arma branca foram registrados em escolas no Brasil”, argumentou.

Conforme ressaltou Jurailton, uma pesquisa elaborada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revelou que o Brasil lidera o ranking de violência nas escolas. Segundo o deputado, o levantamento considera dados de 2013, quando 12,5% dos professores brasileiros ouvidos relataram ser vítimas de agressões verbais ou de intimidação de alunos ao menos uma vez por semana.

“Em nosso Estado os números são preocupantes; somente no mês de setembro de 2022 tivemos três casos de ataques em ambiente escolar nas cidades de Lauro de Freitas, Salvador e Barreiras. Já em Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, um estudante feriu a coordenadora com uma faca e ateou fogo na escola”, lamentou.

Fonte: Agência Alba